Christopher Breward e a alfaiataria de Alexander McQueen

12002956_1121378564557155_3550282628294085970_n
Foto: Thaynara Oliveira

 

Quero que as roupas passem de pai para filho, tudo é possível se feito de coração” avalia o professor da Universidade Edinburgh, Christopher Breward, durante sua palestra a respeito da vida e trabalho do estilista Alexander McQueen.

O encontro fez parte da edição internacional do Colóquio e marcou o penúltimo dia do evento. Na ocasião, Christopher compartilhou com os participantes seu extenso conhecimento a respeito do estilista inglês e como era o cenário da profissão em Londres de 1960.

O ambiente rígido e conservador da época não era muito receptivo para novas ideologias e linhas de trabalho. Durante muito tempo, o estilista foi criticado por suas criações, principalmente pela inspirada em Jack – o Estripador, que supostamente queria “ressuscitar” o personagem sombrio.Outro ponto que pesava sobre ele era o homossexualismo, nada bem vindo entre os designers da época.

O blazer – da imagem acima – foi uma mostra do trabalho de McQueen apresentada pelo professor, como pertencente de uma de suas coleções. Ao longo do encontro, Christopher buscou trazer os conceitos da alfaiataria para o cenário da moda atual. Quando questionado sobre o espaço da alfaiataria no mundo das fast-fashion, Christopher comentou: “De pouco em pouco a alfaiataria vem ganhando seu espaço novamente. As grandes marcas de hoje não irão conseguir manter este modelo de produção tanto por uma questão econômica, quanto pelo aspecto sustentável”.

Ele também comentou a relação da moda com Londres-Brasil. A Londres dos anos 60, 80 foi inovadora na criação, mais agora não passa de uma cidade como outra qualquer. É necessário investir em outras localidades como o Brasil, com um processo criativo em expansão. “Os designers de hoje não podem se deixar enganar pelas grandes marcas de luxo”.

blog

Essa foi a única palestra de sexta-feira, pois os participantes tinham o resto da noite livre para conhecer a cidade. Aqui um detalhe para vocês verem: minha credencial para cobertura do evento e o certificado de participação.

Como eu estava a trabalho, não esperava ganhar um certificado ou algo assim, mas esse documento é um comprovante físico que ficará de recordação das muitas coisas sobre moda que aprendi durante esta semana :)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s